O periquito
O periquito australiano é nativo da Austrália onde voam em grandes bandos. A ave foi introduzida em 1840 na Europa de onde se difundiu para todo o mundo. O australiano é da família dos papagaios. Muito comum como ave de estimação. Pode ser criado sozinho ou em pares em gaiolas, ou em grandes quantidades em viveiros. Os periquitos são aves que gostam de brincar e se divertir com os humanos. Quando em casal geralmente dão origens a vários filhotes. O periquito australiano pode viver com outras espécies no mesmo viveiro, mas deve se observar se não estão sendo maltratados.

Variedades
Existem mais de cem variedades de cores, todas originárias da cor original verde claro que é encontrada na natureza. O verde claro é o mais comum. As cores básicas são azul, branco, verde, amarela. Ainda temos os albinos que não tem pigmentação nas penas e são completamente brancos.

Como se Compra?
Para se comprar deve se escolher uma boa loja, em que todos os animais pareçam saudáveis e bem cuidados. Macho ou Fêmea? Quando filhotes é difícil de determinar. Quando adultos a presença da cera azul em torno das narinas determina que é macho. Devemos observar alguns sinais de saúde para se comprar uma ave saudável, as aves devem apresentar olhos brilhantes e límpidos, respiração rápida mas silenciosa e a cloaca deve estar limpa.

Acomodações
Os criadores em geral mantém suas aves em viveiro. Mas a gaiola sempre é usada para uma ou duas aves. Existem vários modelos de gaiolas que são ótimas para que as aves sejam bem criadas.
Nunca exponha a gaiola a luz solar constante ou as correntes de ar. Ao soltar a ave, muito cuidado com as plantas pois podem ser tóxicas. Nos primeiros vôos fora da gaiola existe o perigo da ave bater em uma janela ou porta de vidro.
Veja alguns itens indispensáveis:
Acessórios: existe uma grande variedade de brinquedos e acessórios para periquitos australianos
Poleiros: precisam de poleiros perto de cada bebedouro e comedouro
Escadas: os periquitos adoram ficar escalando
Brinquedos: os periquitos adoram brinquedos, mas é melhor dar um brinquedo de cada vez do que encher a gaiola de brinquedos.

Alimentação
Sementes: existem misturas prontas que são os melhores alimentos. A composição básica é de painço, alpiste, linhaça, colza dentre outros.
Verduras: alguns periquitos gostam de verduras escuras frescas, como almeirão, espinafre e couve. Se contiverem agrotóxicos podem prejudicar as aves. Algumas aves também apreciam bicar uma fatia de maça ou cenoura.
Areia: é essencial que as aves engaioladas possam comer areia fina para que consigam digerir a comida.
Minerais: os periquitos australianos necessitam de um elevado teor de minerais em sua dieta, especialmente fêmeas que estão pondo ovos. O osso de siba é um exercício para o bico e é uma boa fonte de cálcio.

Cuidados
Limpando as gaiolas: é preciso limpar as gaiolas regularmente alem de trocar a comida e lavar os bebedouros, a limpeza dos brinquedos também é de grande importância
Arrumando as penas: os periquitos não conseguem arrumar adequadamente suas penas, para isso é necessário que seja colocada uma banheira com água para que os mesmos possam banhar.
Unhas: as unhas quando grandes devem ser aparadas para evitar que o pássaro possa ficar preso. Para se cortar as unhas deve-se observar o vaso sanguíneo, para que não ocorra nenhum tipo de sangramento.

Treinamento
A primeira parte do adestramento da ave é ensinar a ave a pular para o seu dedo. Depois deve se treinar em pegar a vê com a mão. Você pode ensinar a ave a subir escadas, para isso faça movimentações com os dedos. Para que o periquito australiano possa aprender a falar deve se primeiramente falar o seu nome, geralmente os periquitos machos são mais tagarelas que as fêmeas. Não são todos os periquitos que aprendem a falar.

Criação
Para se reproduzirem os periquitos não precisam de um belo ninho, basta uma caixa fechada com um orifício para entrada. A melhor idade par os periquitos procriarem é de 10 meses. Os ovos são colocados em dias alternados e o período de incubação é de 18 dias. O macho em geral ajuda muito no período de incubação, pois traz comida e regurgita para a fêmea. Os filhotes com seis semanas já estão emplumados e prontos para voar.

Saúde
Sinais de doença
Comportamento: um periquito doente fica quieto em seu poleiro, sem se movimentar.
Penas: geralmente ficam eriçadas quando o pássaros estará doente.
Cloaca: apresenta resíduos de fezes.
Olhos: podem ficar inflamados e fechados.
Respiração: pode se tornar profunda e pode se observar corrimento nas narinas.
Pés: podem inchar, ou o periquito pode ficar em um só pé.
Quando observar que a ave não esta bem, o melhor é levá-la ao veterinário.
Doenças bem comuns
Sarna: crostas podem aparecer ao redor dos bicos ou dos pés e é provocada por um acaro e pode ser transmitido de uma ave para outra por contato.
Perda de penas: pode ser de várias causas sendo que a maioria delas é patológica
Tumores: são comuns nos periquitos australianos e podem afetar qualquer parte do corpo.
Problemas respiratórios: também são muito comuns é podem causar a morte dos mesmos.

Tudo para os seus periquitos você encontra no Pet Shop Recanto dos Bichos